sanare_blog01-mar22_riscosbiologicos

Você sabe o que são os riscos biológicos no ambiente de trabalho?

SanareNoticiasComentar

Os riscos biológicos acometem mais frequentemente profissionais das áreas de saúde e de agricultura e isso está diretamente relacionado ao trabalho que desenvolvem. Isso porque os riscos biológicos condicionam-se aos riscos advindos de bactérias, fungos e vírus.

Entre os inúmeros riscos aos quais os trabalhadores podem estar expostos em seus respectivos ambientes de trabalho, os biológicos merecem redobrada atenção devido à gravidade que apresentam aos seres humanos.

Os riscos biológicos consistem especialmente na probabilidade do trabalhador estar exposto a vírus, fungos, bactérias, protozoários e correlatos que podem levá-lo ao desenvolvimento de diferentes doenças e ao posterior afastamento do trabalho.

Dentre as principais áreas acometidas por riscos biológicos podemos destacar os profissionais das áreas de saúde e agricultura.

No caso dos profissionais da área agrícola, estes estão expostos constantemente a poeira orgânica que apresenta uma alta concentração de fungos. Essa poeira pode causar especialmente doenças de ordem respiratória tais como bronquite crônica, bem como asma, dentre outras.

Para os profissionais da área da saúde o risco também é considerado ainda maior uma vez que estes profissionais estão expostos a diferentes agentes biológicos ao realizar o atendimento e assistência de pacientes que buscam atendimento. Como, por exemplo, pacientes com HIV, tuberculose, rubéola, hepatite, entre outros.

Vale mencionar que além destes profissionais há inúmeros outros que também estão expostos a riscos biológicos como é o caso dos profissionais que atuam em serviços de esgoto, matadouros, cemitérios, serviços veterinários, laboratórios, frigoríficos, etc. Estes profissionais também precisam de cuidados quanto aos riscos biológicos aos quais também estão expostos.

Norma Regulamentadora para riscos biológicos

Os agentes biológicos são muitos específicos e altamente perigosos pelos riscos que podem trazer ao corpo humano e ao indivíduo. Nesse sentido há uma Norma Regulamentadora, NR, específica que determina as medidas de proteção e prevenção quanto a possibilidade de exposição e contaminação por estes agentes.

São regras a serem seguidas pelos serviços de saúde. Essa norma consiste na NR 32. A Norma Regulamentadora de nº 32 estabelece os parâmetros e as medidas de proteção e de segurança para estes trabalhadores no tocante aos riscos biológicos, físicos, químicos e igualmente ergonômicos.

É uma norma ampla que visa trazer proteção para o trabalhador em seu ambiente de trabalho, estando este protegido quanto aos principais riscos identificados nas tais frentes mencionadas acima.

Vale mencionar que a aplicação das diretrizes estabelecidas pela norma gera para a empresa redução nos gastos previdenciários e mais bem-estar para o trabalhador desenvolver sua atividade laborativa. Os trabalhadores de empresas que adotam à risca as determinações estabelecidas garantem ao seu corpo de colaboradores um ambiente de trabalho mais saudável e igualmente seguro.

Tipos de riscos biológicos e sua classificação

A partir da norma regulamentadora de nº 32 os riscos biológicos podem ser divididos em cinco diferentes grupos. São eles: os microrganismos, os príons, toxinas, parasitas e culturas de células.

Os príons são células de proteínas que possuem capacidade infectante. As culturas de células são por sua vez resultado do crescimento in vitro de órgãos ou tecidos que são multicelulares.

A classificação quanto aos riscos biológicos é determinada pelo Ministério da Saúde por meio da Classificação de Risco dos Agentes Biológicos. A partir do documento estão determinados, mediante alguns critérios, o risco de um agente de ordem biológica.

Dentre os tipos de classificação mencionados no documento está, por exemplo, virulência, que consiste na capacidade patogênica de um agente invadir, multiplicar e se disseminar a partir do hospedeiro. Além da virulência temos também natureza como meio de classificação que estabelece o potencial de ação biológica do organismo ou molécula e as medidas profiláticas.

Nesse tipo de classificação se avalia, por exemplo, a profilaxia por diferentes agentes, desde a vacinação a agentes anti soros e imunoglobulina.

Classe de risco

Há ainda a classe de risco de um agente biológico que também é determinado a partir da NR 32. Os agentes biológicos que podem acometer o trabalhador são divididos em quatro grandes grupos.

São eles: Classe de risco 1 (nessa primeira classe não há risco para a coletividade e o risco individual é baixo, aqui classificam-se agentes conhecidos por não acarretar doença ao homem), Classe de risco 2 (moderado risco para o indivíduo e limitado risco para a comunidade, consiste nos agentes biológicos que infectam o homem mas que apresentam moderado impacto de propagação sobre a comunidade).

Há ainda a Classe de risco 3 (alto risco para o indivíduo e moderado risco para a comunidade, aqui se concentram vírus e outros agentes biológicos com capacidade de transmissão, e que podem causar quadros potencialmente letais no homem, como é o caso do HIV.

Por último temos a Classe de risco 4 (alto risco para o indivíduo e alto risco também para a comunidade). A diferença entre a classe de risco 3 e 4 consistem nas medidas profiláticas e terapêuticas. No 3 usualmente já existem tais mecanismos que ainda não estão disponíveis para o grau 4. Como exemplo de agente biológico de Classe de risco 4 temos o ebola.

Insalubridade por agentes biológicos

A Norma Regulamentadora de nº 15 em seu anexo catorze estabelece que a insalubridade é determinada de modo qualitativo, podendo ser de grau máximo, correspondente a quarenta por cento, ou médio, de vinte por cento.

Entre os profissionais com grau máximo de insalubridade, temos os profissionais da coleta e industrialização do lixo, bem como os profissionais trabalhadores em contato com pacientes em isolamento por doenças infecto-contagiosas.

Para os profissionais de grau médio de insalubridade podemos mencionar aqueles que atuam em laboratório, gabinetes de autópsia, cemitérios e correlatos.  

Conheça a Sanare!

Somos uma empresa que presta serviços de Assessoria em Segurança e Saúde no Trabalho às empresas e também temos o Dr. Sanare, uma Clínica de Especialidades Médicas e Exames Complementares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.