CIPA: O que é e qual sua importância para o bem estar da empresa

SanareNoticiasComentar

CIPA,  Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, é responsável por gerar um ambiente seguro para todos os trabalhadores.

Fazer com que os funcionários sintam-se seguros em seu ambiente de trabalho é uma grande responsabilidade. Por isso, surgiu a necessidade de criar um grupo específico de pessoas que têm esse objetivo, e foi assim que surgiu a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

A medida tomada ajuda a trazer mais organização e práticas realmente efetivas no cotidiano. Um ambiente de trabalho seguro resulta em mais produtividade e bons resultados para a empresa. No entanto, se você quer entender em detalhes quais são as funções da CIPA e quem constitui a comissão, basta continuar lendo!

CIPA: o que é e quem compõe

Como dissemos, a CIPA é uma comissão feita de forma apenas interna, ou seja, todos os membros possuem alguma relação com a empresa em si.

Existem dois grupos: o primeiro é composto apenas por pessoas indicadas pela própria direção, sendo escolhidos aqueles com maior destaque e capacidade para executar a função.

Já no segundo grupo estão inseridas as pessoas que foram escolhidas por votação, incluindo a opinião de funcionários e secretários. Ou seja, a CIPA envolve não apenas aqueles que estão em cargos mais altos, de direção, englobando empregados e empregadores.

Além disso, é válido ressaltar que a quantidade de membros na Comissão varia de acordo com o porte da empresa. Para os cargos, é indispensável preencher no mínimo três, sendo eles os de:

  • Presidente;
  • Vice-presidente;
  • Secretário.

Qual é o objetivo da CIPA?

Como dissemos anteriormente, o objetivo da CIPA, assim como o próprio nome já diz, é pensar em ações que ajudem a prevenir acidentes no trabalho.

No Brasil, esse tipo de problema acontece com certa frequência. Só entre 2012 e 2020 já foram mais de cinco milhões de casos notificados, como aponta a Organização Internacional do Trabalho.

Quando uma empresa enfrenta esse problema com frequência, pode acumular diversos pontos negativos em conjunto, como processos judiciais, medo por parte dos funcionários, rejeição de novos clientes e muito mais.

Por isso, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é de grande importância. Ela ajuda a pensar em ações que beneficiam a todos, principalmente os próprios funcionários, trazendo mais segurança e bem estar ao ambiente de trabalho.

Pequenos e grandes acidentes, que muitas vezes poderiam levar até mesmo à morte, também acabam sendo evitados.

Como as ações são colocadas em prática?

Na teoria, fica claro como a CIPA funciona, mas é importante também observar a parte prática. Para isso, um passo essencial é analisar bem o contexto da empresa e, a partir daí, desenvolver ações que contemplem o objetivo de evitar acidentes.

Por exemplo, é necessário observar quais áreas apresentam alta periculosidade, ou seja, um perigo constante que pode causar algum dano ao funcionário. Uma forma interessante de identificar esses espaços é a partir de dados quantitativos: onde os imprevistos costumam acontecer? Em quais locais existem mais registros de funcionários machucados?

Além da parte física, uma outra atribuição da CIPA também é ter atenção com a saúde mental dos trabalhadores. Afinal, no cotidiano, esse aspecto muitas vezes é levado em desconsideração, mas tem grandes chances de afetar a produtividade do grupo.

Como a CIPA funciona?

Por ser uma Comissão séria e de grande importância para a empresa, todo o processo antes, durante e depois da implementação de novas ações deve ser muito bem pensado.

Preparamos um pequeno resumo de como tudo isso deve ser feito, confira:

  • Observar e determinar locais perigosos na empresa e que apresentam riscos aos funcionários;
  • Relatar as condições de trabalho da empresa: há algo que pode ser melhorado?
  • Elaborar um plano com todas as ações a serem executadas sempre pensando no objetivo de cada uma delas. Qual problema elas devem resolver?
  • Analisar os resultados após as ações para observar o que funcionou, para continuar, e o que não deu tão certo, para ser reformulado.

Assim, é possível fazer com que os métodos da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes sejam realmente efetivos. Além disso, os relatórios elaborados também são de suma importância para ajudar as próximas gestões a saberem o que já foi feito, dando uma base segura do que ainda pode ser feito.

Importância da CIPA para a empresa

Quando as ações da CIPA são colocadas em prática, fica fácil perceber como os funcionários são impactados positivamente. Eles se sentem cuidados e isso, consequentemente, melhora o ambiente de trabalho.

Somado a isso, existe uma grande vantagem também para a economia da empresa. Evitar acidentes significa gastar menos com licença, contratação de substituto e muito mais. Por isso, o empreendimento também sai ganhando.

Por isso, organizar uma Comissão Interna para a sua empresa é sempre uma solução muito viável. Faz bem para todos e pode trazer ótimos resultados, caso seja composta pelas pessoas certas.

Estude a possibilidade e, se for viável, não deixe passar a oportunidade. A CIPA pode fazer a diferença para todos!

Conheça a Sanare! 

Somos uma empresa que presta serviços de Assessoria em Segurança e Saúde no Trabalho às empresas e também temos o Dr Sanare, uma Clínica de Especialidades Médicas e Exames Complementares. Aproveite para acessar o site e conhecer nossos serviços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.